Jovens do projeto Âncora em busca do seu apoio

by • 28 de julho de 2017 • Sem categoriaComments (0)90

oie_KlZE6rlKMdjp (2)
Texto escrito por jovens do Projeto Âncora

O Projeto Intercâmbio partiu de um sonho em comum entre todos. É um projeto para irmos à comunidade de Tamera, no sul de Portugal, com o objetivo de terminar a segunda parte do intercâmbio e conhecer a Escola da Ponte, uma escola que incentivou nossa Escola Projeto Âncora. Para apoiar nosso projeto, clique aqui.

A primeira parte desse projeto foi quando eles, da comunidade de Tamera, vieram em nossa escola conhecer nosso dia a dia e nossa forma de aprender. Ficaram em nossas casas, conheceram nossas famílias, estudaram conosco e aprenderam tudo que tínhamos para ensinar. “A experiência com eles foi muito boa, apesar de terem uma cultura diferente e mais fechada, enturmaram-se rápido e nos uniram de forma inesperada.”

Eles apresentaram sua comunidade para nós. Nos mostraram o trabalho que tiveram e fizeram para que aquele lugar fosse melhorado. Fizeram um grande rio, criaram lagos, plantaram, fertilizaram a terra e pensaram em formas de adquirir energia sem desequilibrar o meio ambiente, ou seja, uma forma boa e sustentável para viver. No fim de todo esse trabalho, tiveram um resultado muito bom. Com isso, uma parte do mundo foi melhorada e preservada.

Além de prezar pela sustentabilidade, prezam por um bom convívio entre todos, buscam resolver os conflitos na base da conversa, buscam a honestidade, a afetividade e a confiança. Trabalham com tudo isso em sua própria escola. Sim, em Tamera há uma escola chamada Escola da Esperança. Esse é um dos motivos por qual queremos ir, pois a nossa escola já parte de alguns desses princípios. Tamera foi construída para ser um modelo global para a paz. Hoje, ela é um modelo para o futuro.

Acreditam com esse projeto que melhorando uma parte do mundo, terão um efeito sobre o todo. “Esse efeito pode ser mínimo, mas aumenta com o sentido que a mudança local tem para o todo”. Esse é o processo definitivo para a globalização da paz.

“Eu acho que indo para lá e aprendendo de perto, iremos adquirir experiências. Seremos outras pessoas! Teremos tanto paz com o meio ambiente (natureza), quanto com nós mesmos. Vamos ter uma aliança com pessoas do outro lado do mundo e estaremos expandido esse conhecimento e caminhando para um mundo melhor.”

Queremos muito aprender com eles e conhecer o dia a dia deles! Iremos aprender e desenvolver o que eles sabem e trazer para nossa escola e comunidade.

Colabore com a gente e espalhe nossa campanha de financiamento coletivo para quem você sentir que possa se interessar por nossa história e nosso sonho! E vale ressaltar que essa campanha receberá apoios pelo Catarse apenas até dia 13 de agosto de 2017.

 

 

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *